Jaqueta muito utilizada pelos locais aqui no norte da Espanha e, principalmente, na Galícia.

Muito leve, mas protege do vento e do frío, e não chega a incomodar se houver mudança do tempo durante o dia (se ficar mais quente de repente).

Este modelo específico da figura é resistente à água mas não é impermeável - há outros que oferecem esta característica.

Plumífero (Jaqueta)

Os itens abaixo não são, realmente, equipamentos, mas vale a pena mencioná-los já que estão intimamente ligados à experiência do Caminho de Santiago.

Kit de Primeiros Socorros e Remédios

Linhas e Agulhas

Não compartilhe agulhas, não empreste, não peça emprestado. Compartilhar agulhas é extremamente arriscado e pode levar a infecções e transmissão de doenças. Não faça isso.

Agulha e linha é o método mais eficaz no tratamento de bolhas. Compre um kit que venham várias agulhas e várias linhas, como estes ao lado. De preferência, não volte a usar agulhas que já usou em bolhas anteriores. Se não for possível, desinfete-as da melhor forma possível com antisépticos, não com chama (essas criam depósitos de carbono nas pontas que podem infectar o tecido novo em baixo das bolhas).

Não se remove a pele sobre as bolhas. Atravesse a bolha com uma agulha e linha. Com a linha dentro da bolha, dê um nó na linha e corte o excesso. Deixe a linha drenando o líquido da bolha, o que faz com que seja curada mais rápido, mesmo quando estiver caminhando.

Não cuidar das bolhas e ignorá-las é um grande erro - caminhar com bolhas é dolorido e, sem perceber, você vai começar a pisar torto e, como provável resultado, conseguirá uma tendinite que pode te mandar de volta para casa ou te deixar de môlho por uns 3 ou 4 dias até  poder voltar a caminhar. Não ignore suas bolhas. Trate-as!!! Sugestão, leve um Merthiolate - ajuda a secá-las.

Remédios

Controlados ou com receita: se você toma remédios regularmente por tratamento e com receita médica, consulte seu médico. Se o princípio ativo for comum, poderá encontrá-lo na Espanha (sempre cuidando da dosagem) mas talvez seja melhor levá-los do Brasil. Lembre-se de levar a receita e algum documento de seu médico (atestado) dizendo que você precisa manter esta medicação.

Remédios do "dia a dia": não é necessário levar aspirinas, paracetamol, etc.. Tudo isso pode ser comprado por lá. Comprimidos de "Paracetamol", pomadas tipo "Gelol" ou relaxantes musculares, vaselina para passar nos pés (principalmente entre os dedos) para evitar bolhas, todos esses fazem milagres e nos ajudam a seguir adiante, e estão disponíveis em todas as farmácias, assim como esparadrapos, band-aids, micropore, etc... Não perca tempo comprando e levando do Brasil. Sugestão, repetindo: leve Merthiolate, fez a diferença na assepsia antes de tratarmos as bolhas e elas secavam mais rápido!

O remédio que mais nos ajudou foi, entretanto, o Ibuprofeno (por ser anti-inflamatório e analgésico), ajudando muito a eliminar dores nos primeiros dias.

Mas, como sempre, remédios devem ser tomados com precaução e com necessidade - não se auto-medique sem conhecer a si mesmo e suas restrições. Procure um médico se precisar.

A Pedra

Todo Peregrino deve levar uma pedra, de preferência trazida de casa ou das proximidades.

A pedra representa o peso que todos nós carregamos pela vida, tudo o de ruim que faz com que nossa caminhada por esse milagre da vida seja difícil e sofrida.

Ao chegar à Cruz de Ferro, no Caminho Francês, depois de Foncebadón (Galícia), deixamos nossa pedra no monte, aos seus pés, e com ela nosso compromisso de não mais carregar tais tipos de peso.

Se não conseguir levar uma pedra de casa, lembre-se de conseguir uma no primeiro dia de seu Caminho.

A Vieira

A Vieira é um dos símbolos mais importantes do Peregrino à Santiago. Diz a lenda que, como era somente encontrada na costa Gallega em abundância, os Peregrinos a levavam de volta para comprovar em suas cidades que haviam chegado ao fim da Peregrinação, em tempos em que não haviam certificados.

Também era usada para ajudar a colher água das fontes.

A Oficina do Peregrino em St Jean Pied de Port dá vieiras aos Peregrinos, gratuitamente, mas aceita donativos em troca, se assim for o seu desejo. Não tente comprar antecipadamente. Deixe para conseguí-la na Espanha, e a mantenha pendurada na mochila, à vista de todos, todo o tempo.

Há uma bonita tradição que sugere que antigos Peregrinos presenteiem futuros Peregrinos com suas vieiras. Que tal? Sabe de alguém, um amigo, um parente, um vizinho que irá viver a experiêncica do Caminho de Santiago em breve? Por que não presentear a esta pessoa com sua vieira?

Agradecemos sua visita e sua confiança, e te desejamos, de coração, um

Telefone Celular

Já ouvimos e lemos muitos comentários sobre celulares no Caminho, e vários dizem "não vou levar celular pois quero me desconectar enquanto estiver por lá!". Não caia nessa. É bobagem!

Se você busca se desconectar, basta desligar o celular. Mas não deixe de levá-lo. Não somente te dá a possibilidade de tirar fotos, fazer filmes, guardar lembranças dos lugares, pessoas, albergues, etc... que conhecer mas, principalmente, é uma segurança para você.

Eletrônicos e afins

Se precisar, lembre-se do número 112, serviço de resgate e auxílio (similar ao 190 no Brasil e 911 nos EUA). Mas só chame em caso real de emergência. Lembre-se de que você pagará pelo serviço.

Se seu celular não é bloqueado pela operadora, ao chegar na Espanha, compre um chip de uma operadora local. É barato e te permite fazer ligações com um custo muito menor que ativando Roaming Internacional.

Se estiver fazendo o Caminho nos meses de Junho a Setembro (inicio), o celular é particularmente útil para ligar para Albergues Privados nas cidades adiante de onde se encontra e reservar lugar, já que é comum lotarem. Mais detalhes sobre o celular, clique AQUI

Disco Externo ou Pen Drive

Você vai se impressionar com a quantidade de fotos e vídeos que normalmente produzimos durante o Caminho de Santiago.

Muitos lugares lindos, muita gente nova que conhecemos, e não queremos perder a oportunidade de registrar e poder mostrar para nossos amigos e familiares quando voltarmos.

A probablilidade de você se ver com o problema de falta de memória no telefone é imensa. Para evitar isso, há meios (discos externos e pen drives, alguns wireless) que te ajudam a transferir todos esses arquivos do telefone liberando memória.

Você pode, ao invés disso, optar por serviços on-line (como por exemplo o DropBox) mas, neste caso, lembre-se de sempre encontrar uma conexão Wi-Fi rápida para fazer seu backup. Você vai ver que, apesar de haver sempre um " Uí-Fí " disponível, eles raramente são rápidos e fazer backup de arquivos grandes como vídeos se torna uma aventura por sí só. Prefira levar um disco externo se puder.

Bateria Externa

Tente evitar deixar seu celular carregando no Albergue durante a noite. Furtos não são comuns mas, como dizem, "a oportunidade faz o ladrão".

Leve uma bateria externa, de no mínimo 5200 mAh (mili-amperes/hora) o que é mais que suficiente para recarregar completamente o celular uma duas vezes. Deixe a bateria recarregando à noite e, ao sair, conecte-a ao celular na mochila.

Se preferir recarregar o celular, é sua opção. Recarregue também a bateria externa. Se o celular ficar sem bateria, dá pra recarregar enquanto almoça, por exemplo.

Adaptador de tomada

Por sorte, o padrão de tomadas do Brasil é o mesmo da Europa. Não foi nosso caso porque vivíamos nos Estados Unidos, portanto levamos não somente um conversor mas também uma pequena "régua" para podermos carregar mais de um celular.

Às vezes, havia somente uma tomada no quarto e já estava sendo usada. Tirávamos a que estava lá, colocávamos nossa régua e religávamos o celular que já estava antes e os nossos.

Ter uma dessa pequenas extensões te transforma em rei (lol). Evite os "T" (Benjamins) - eles oferecem risco de superaquecimento e incêndio.

Bastões de Caminhada / Cajados

Pode parecer supérfluo mas acredite, não é. Eles ajudam em subidas, descidas, terreno pedregoso, como defesa até para afastar cães. Eles são um companheiro de caminhada também, principalmente nas longas retas sem fim da Meseta.

Nós preferimos os bastões modernos, e se podem colocar ponteiras como as que estão na figura ao lado, que oferecem tração em qualquer inclinação.

Se você quiser optar pelo cajado tradicional de madeira, tudo bem. Somente se certifique de comprar um que seja ao mesmo tempo resistente e de madeira leve, já que terá que carregá-lo todo o tempo.

Esse é o tipo de equipamento que vale a pena deixar para comprar lá. O preço é melhor, ou pelo menos o mesmo, e não terá complicação em despachá-lo na bagagem para o vôo.

E, por favor, use sempre ponteiras de borracha (tenha reservas porque elas se desgastam). Muitas cidades têm calçamento de pedras e é muito, muito irritante ficar ouvindo os tek, tek, tek de peregrinos caminhando com bastões sem ponteiras, batendo as pontas de metal no chão. Deve irritar bastante o povo local.

Pochete

Esta foi, sem dúvida, um feliz surpresa em nosso segundo Caminho.

Na primeira caminhada, não levamos, e sempre que queríamos sair, visitar a cidade, comer, etc.., carregar passaporte, credencial, carteira, telefone, etc. era uma "diversão" à parte, lembrando que não estamos vestindo nossas roupas do dia a dia nem carregando bolsas ou pastas.

Além disso, essas pochetes tinham local para garrafa dágua o que nos dava a opção de carregá-la na cintura em vez de na mochila. Muito, muito mais prático.

Mosquetões

Esses ganchos são conhecidos como "mosquetões".

Não, não são essenciais, mas ajudam. Mas busque os modelos pequenos, não os que os alpinistas usam.

Ter pelo menos um par deles presos na mochila pode te ajudar a carregar uma sacola com roupa que se sujou no Caminho (em barro por exemplo), ou o lanche que você comprou num bar ou mercado para comer mais tarde, ou ainda a própria garrafa d'água para ficar mais acessível.

Prendedores de Roupa / Ganchos de Sucção

É preciso entender e aceitar: albergue não é hotel !

Até mesmo alguns albergues privados não oferecem lavadora e secadora e, se o fazem, às vezes a quantidade de peregrinos é maior que a capacidade dessas máquinas de atender a todos. Você, em algum momento do Caminho, terá que lavar suas roupas no tanque ou até mesmo no banho, e colocá-las para secar em um varal.

Leve uma certa quantidade de prendedores de roupa, de preferência de metal que são mais duradouros. A quantidade depende de quanta roupa terá que lavar, mas 6-8 por pessoa é mais que suficiente.

Outro detalhe: muitos albergues não possuem ganchos no banheiro onde você pode pendurar sua roupa. Às vezes, há somente um. Ou você coloca tudo em sacolas e pendura ali, ou leva uns ganchos de sucção, e os coloca na porta ou no azulejo,

Lâmpada de Cabeça / Lanterna

Mais um item da lista "parece supérfluo mas não é". Haverá inúmeros momentos em que você vai precisar uma lanterna. É melhor encontrar uma que tenha diferentes níveis de iluminação para, se tiver que usá-la no quarto, não acordar os demais peregrinos. Nós preferimos a lâmpada de cabeça acima, que tem luz verde fraca, luz verde forte e luz branca forte (essa última usada quando caminhamos muito cedo, ainda escuro).

Não vai demorar muito para você entender que aqueles que acordam mais cedo e saem antes, conseguem lugar nos albergues no destino mais facilmente, além de evitar o calor (se estiver caminhando na primavera / verão). Nestes casos, a lâmpada de cabeça se torna imprescindível para caminhar no escuro.

Canivete tipo Suíço (Multifuncional)

Outro nesta mesma lista ... quebra galho todo o tempo. Seja para abrir uma lata ou garrafa, para cortar pães e frios, queijos, chorizos, etc... Serve também para colher frutas de árvores ao longo do Caminho.

A tesourinha ajuda no caso de bolhas, para cortar a linha.

Somente se lembre que, se comprar antes de embarcar, tem que ser despachado, é proíbido o transporte na mala de mão.

Há muitas fontes pelo Caminho, normalmente a cada 4 ou 5 km você encontra uma (no Caminho Francês). Se não houver fontes, não há, absolutamente, qualquer problema em pedir água nas casas dos moradores locais, ou dos bares e restaurantes.

A garrafa d'água é importante, não deixe de levar. Há, sim, partes do Caminho nas quais terá que Caminhar longas distâncias até encontrar uma cidade ou uma fonte.

Há vários modelos e tamanhos, lembre-se que a água também pesa. Das mais simples, às mais tecnologicamente desenvolvidas que incluem filtros internos. Não há necessidade de tanto, mas fica à seu critério.

Garrafa D'Água

Se não quiser comprar uma garrafa "chique", compre uma ou duas garrafas plásticas com água e use até que não sirva mais, e compre outras durante o Caminho.

Regra de ouro: quando encontrar uma fonte ou um bar, beba a água da garrafa e encha novamente. Nunca se sabe quando vai precisar.

Há poucas coisas tão irritantes como Peregrinos arrumando mochilas enquanto você ainda quer dormir um pouco mais, principalmente quando esse peregrino escolheu acomodar suas coisas em sacolas plásticas ou zip-locs, que fazem barulho ao manusear. Se precisamos exercitar nossa paciência, esta é a chance ideal (junto com a sinfonia de roncos à noite).

Nunca acomode suas coisas soltas dentro da Mochila. Vai te dar sempre muito trabalho ao chegar nos albergues, para ir ao banho, para encontrar sua roupa, etc.. Esses sacos de nylon coloridos não fazem barulho, são impermeáveis, e ter vários de tamanhos e cores diferentes te ajudam a organizar bem sua mochila e dividir pesos.

Bolsas de Nylon para Camping (Dry Sack)

Nós organizávamos nossas coisas assim: roupas limpas no amarelo, sujas no vermelho, eletrônicos no azul, higiene no verde, documentos no azul claro pequeno e remédios no cinza. Não importam as cores, mas se organizar vai te fazer feliz, e a todos os que estejam ao seu lado.

Sim, são necessários e mesmo obrigatórios na maioria dos Albergues. Mesmo com colchão e lençol, os hospitaleiros pedem que se abra o saco de dormir, o que amplia o tempo de duração das roupas de cama e facilita em muito o trabalho deles na arrumação e limpeza para a nova onda de peregrinos do dia.

Em albuns albergues, se estiver frio, a calefação pode não estar funcionando, e o saco de dormir fará toda a diferença, inclusive se, por qualquer força do destino, você tiver que dormir ao relento.

Não é preciso sacos de dormir para muito frio, a não ser que você vá no inverno (Dez-Fev) quando ele pode literalmente salvar sua vida se, de novo, tiver que passar a noite ao relento.

Nós preferimos o Saco de Dormir ao invés do Colchonete enrolado. E que seja MUITO leve.

Saco de dormir (Sleeping Bag) ou colchonete (Sleeping Mat)

Mochila e Assessórios Diversos

Certamente, depois do calçado, é o equipamento mais importante. Talvez mereça uma página somente para ela (quem sabe no futuro preparamos, veremos!).

Sua mochila deve ser suficientemente grande para levar tudo o que precisa durante o Caminho, suficientemente leve para não consumir grande parte do peso que pretende carregar no total, e bem resolvida em termos de compartimentos, ajustes, etc... para que não te machuque ou não te ofereça as soluções que precisa para facilitar seu Caminho. Por isso merece atenção especial.

A Mochila

Não se preocupe com a marca. Abaixo os pontos que deve levar em consideração ao escolher sua mochila. Se entender que a que escolheu cumpre com esses pontos, ou com a maioria deles, talvez tenha então encontrado sua companheira ideal para o Caminho.

1. Entre 35 e 45 litros de capacidade;

2. Com "peiteira" e "barrigueira", faixas ajustáveis que montam parte da sustentação no peito e na cintura. A faixa da cintura, preferentemente acolchoada e com algum compartimento ou zíper que permita colocar pequenos itens, como o dinheiro do dia, ou um canivete.

3. Compartimento para o saco de dormir e que tenha capa de proteção para chuva embutida;

4. Com a maior quantidade de bolsos externos, abertos (para garrafa d'água) e fechados (para todos os itens que pode necessitar durante o caminho, evitando ter que abrir a mochila e retirar o conteúdo);

5. Waterproof (a prova d'água, se possível). Se não for, a capa passa a ser obrigatória;

6. Costuras fortes. Nada mais chato que mochila com costuras que começam a se desfazer ou esgarçar com poucos dias de Caminhada.

Lembre-se: sua mochila não deve ter um peso total superior a 10% do seu peso corporal (peso total mochila + tudo que está levando).

Ao comprar, peça na loja para incluir produtos dentro, para que possa testar como a sente com peso. Ajuste também todas as alças para sentir a mochila no corpo.

Importante: o peso da mochila não se carrega nos ombros, mas no quadril. Quem deve sustentar o peso da mochila são as pernas, com o conjunto muscular mais poderoso do corpo. As alças do ombro e peito servem somente para garantir que fica junto às costas, evitando assaduras nos ombros.

Um dos maiores desafios durante o Caminho é garantir que o que lavamos ou o que se molha vai secar a tempo de voltar para a mochila ou para vestir. Todos gostaríamos de levar uma toalha grande e felpuda. Não dá, muito pesada e não secaría. Há toalhas de microfibra para Camping. Prefira essas. Uma de tamanho médio. São leves, bem absorventes e secam rápido.

Toalha de Camping

Higiene e Limpeza

É claro que sería perfeito levarmos nossa marca de xampú, de condicionador, além de uns dois ou três sabonetes cheirosos, além de uma caixa de sabão de roupa e de amaciante. E um carro pra carregar tudo isso. Pois é, a saída é encontrar algo que sirva para tudo e esse sabão aí do lado é assim: serve para como sabão de banho, xampú, além disso para lavar roupas (se precisar) e até mesmo pra lavar louça.

Há, sim, outras opções, mas usamos essa e gostamos.

Sabão Líquido

Você dirá "Aí já é exagero". Nós responderemos: "Não, não é". Nós compramos e levamos um que é para Camping, rolos pequeninos. Se não achar, leve um normal. Tenha sempre contigo na mochila. Vai servir para o óbvio se a emergência chegar, ou para outros fins, quem sabe, para secar lágrimas de emoção, as suas ou de um amigo peregrino.

Papel Higiênico

Não "surrupie" papel higiênico dos albergues sem pedir antes. É falta de educação e afeta o funcionamento dos Albergues!!!!

Monte seu kit com escova, pasta e fio/fita dental, todos tamanho viagem. Não se preocupe em levar muito, você os compra em qualquer lugar no Caminho.

Esta é uma boa dica - vocês estão indo para a Espanha e o Caminho corta inúmeras cidades e, com exceção dos pueblos pequeninos, há mercados e farmácias em todas elas. Não encham sua mochila de artigos que vocês encontram facilmente lá. Vocês não estão a caminho de uma ilha deserta!

Higiene Bucal

Se você usa lentes de contato, não há que explicar muito. Não precisa levar sabão / soro grande. Tamanho viagem, você vai comprando novos no Caminho. Mas aconselhamos levar um ou dois pares adicionais de lentes, por se acaso acabar perdendo ou danificando. Fazer outro par lá vai demorar e custar caro.

Lentes de Contato

Muito pessoal. Leve o que te faz sentir bem, mas que tal aproveitar para reduzir a dependência que temos de tudo isso? Não abra mão do que te faz se sentir legal, mas não exagere.

Como diria a Gislene Sixto, "...mas, nem um batonzinho?"

Lembre-se do peso (não do seu! da mochila!) e caminhe feliz ... mas procure a felicidade em outras fontes além da aparência, ok?!

Pentes, Escovas, Maquiagem

Agradecemos sua visita e sua confiança, e te desejamos, de coração, um

Equipamentos - o que levar?

Esta talvez seja a parte mais difícil de se tentar definir porque é muito, muito pessoal. Cada um tem suas necessidades e o que levar é consequência direta do peso que é capaz de carregar, das preferências pessoais em termos de roupas e, principalmente, do quanto consegue abrir mão dos confortos diários (muitas vezes desnecessários) em prol da redução do peso a carregar.

O que podemos e vamos fazer é tentar listar tudo o que levamos, e explicar porque. Com base nessa lista, faça a sua própria.

Há dois conceitos que parecem ser comuns a todos:

  • Cada grama adicionada na mochila, depois de alguns km de caminhada, começa a fazer-se sentir. Leve somente o que é absolutamente necessário para que se sinta confiante de Caminhar pelo tempo previsto. Lembre-se de que, além do que originalmente considerou, terá o peso da água, de eventual comida/lanche, remédios ou outros artigos que comprará no Caminho. O conceito comum diz para limitar a carga no início a 10% do seu peso corporal. Com o tempo, você vai perder peso, mas estará mais bem condicionado fisicamente.
  • Todos temos a tendência de querer nos sentir seguros. É impressionante a quantidade de pequenas coisas e objetos que acabamos incluindo na mochila “só em caso de...”. É também impressionante a quantidade de itens que encontramos deixados por Peregrinos ao longo do Caminho quando finalmente se dão conta de que estão carregando muito peso e que não vão, realmente, precisar disso ou daquilo. O 3º dia de Caminho parece ser o divisor de águas quando nos damos conta do que estamos carregando “a mais”. Muitos até vão aos correios (Apartado de Correos) e despacham objetos para si mesmos a serem recuperados em Santiago de Compostela.

Vamos listar abaixo portanto quais foram nossas escolhas, mas somente aquilo que valeu a pena, e também o que sentimos falta. Tudo aquilo que levamos e não usamos, não vamos sequer mencionar. De novo, a lista dá uma idéia do que levar, mas a lista final é sua – no final das contas, é você quem terá que carregar tudo isso por centenas de km. Se tiver dúvidas adicionais sobre algo, clique no envelope acima e mande sua pergunta - será um prazer responder.

Em alguns itens vamos colocar um ícone como este que está à esquerda.

Isto significa que, se clicar na foto / figura que representa aquele item, iremos abrir uma página onde poderá encontrar o mesmo item que compramos (ou similar), nos locais onde compramos. Eventualmente esta loja não fará entregas no Brasil, mas pelo menos servirá de referência para que você encontre algo parecido. Lembre-se: São somente referências - buque o que mais combine com você!

O mesmo princípio do ponto acima. Que sejam confortáveis, e que permitam o movimento e protejam contra “assaduras”, e com bolsos. Há calças que têm ziper e permitem transformá-las em bermudas para dias quentes. Nós usamos sempre camisa de manga comprida, leve, e calça (tipo abrigo) esportiva. Economizamos em protetor solar, mas era um mês mais frio.

Calças, Shorts & Bermudas

Vale a pena levar. O Clima, mesmo nos meses mais quentes, pode ser imprevisível e é comum nas manhãs e ao caminhar em maiores altitudes, sentir o frio que é ainda mais forte quando venta. Ter uma jaqueta corta-vento que seja leve e dobrável (ocupando pouco espaço) pode ser uma boa solução para evitar levar um casaco mais pesado. Use sempre a regra da cebola, ou seja, vista-se em camadas de peças sempre muito leves. Não carregue casacos pesados - precisando, vista outras peças por cima.

Jaqueta corta-vento

A maioria das mochilas tem uma capa protetora à prova d'água embutida (prefira essas). Elas somente protegem a mochila, e pode esperar, haverá dias de chuva e você terá que caminhar independente disso. Há ponchos que já vem com extensão para também cobrir a mochila. Outra opção são calças e jaquetas plásticas (como as usadas por motociclistas). Nenhuma dessas opções é agradável, mas há que se proteger da chuva.

Poncho, capa ou roupa para chuva

Não vá sem uma das opções acima. Muito útil para proteger do sol, não só frontal durante a tarde (já que você caminha no sentido leste > oeste na maioria dos Caminhos), mas também protege a nuca e as orelhas, ao ponto de que não seja necessário usar protetor solar no rosto e demais áreas da cabeça e pescoço.

Boné ou Chapéu

Não é obrigatório, mas aumenta o conforto, principalmente no período da tarde, se você ainda estiver caminhando. O Sol se põe no Oeste, exatamente para onde você caminha. Se tiver olhos claros, ainda mais sensíveis à luz, é realmente aconselhável.

Óculos de Sol

Há muitos peregrinos que preferem bandanas a chapéus ou bonés. Nós não usamos mas não conheci nenhum peregrino que houvesse utilizado e que tivesse qualquer comentário negativo. Aparentemente além de proteger a cabeça, se colocada ao redor do pescoço, alivia também o calor. Mas dificilmente protegerá como o chapéu ou boné. Quem sabe, usar ambos seja a melhor opção.

Bandanas

Recentemente vimos uns modelos novos à venda que são mais que somente lenços enrolados - estão já preparadas pra se ajustar à várias posições e jeitos de usar.

Este item é uma exceção à nossa proposta de somente mencionar o que usamos ou que usaríamos se tivéssemos levado. Neste caso, nossa sugestão é não usar, simplesmente porque adiciona peso à mochila e não é necessário. Se você puder se acostumar e dormir com a roupa que usará pra caminhar no dia seguinte, vai economizar muito no peso. Mas, novamente, é uma decisão pessoal - se acha imprescindível, leve, mas trate de que seja muito leve. E tente evitar baby-dolls e macaquinhos - não é para isso que você está lá ...

Pijamas & Camisolas

Quando chegar no Albergue, acredite, tudo o que você mais quer é tirar a bota, tomar um banho, e descansar com os pés ao vento. Leve um chinelo aberto que permita aos pés respirarem e que você possa usar ao ir ao mercado, caminhar pelo Albergue, ou mesmo ir à missa. Lembre-se do peso. Encontre algo leve que você possa carregar pendurado do lado de fora da mochila se necessário.

Sandálias / Papetes / Chinelos

Talvez queira adicionar um par de sandálias (muito leves) para usar ao ir ao banheiro para o banho mas é opcional.

Considerando a regra básica ter 2 jogos de roupa completo, caminhar com um e ter um limpo na mochila, tomar banho colocar a limpa e lavar/secar a suja, 2 camisas são suficientes – se estiver fazendo em época de frio, leve outras 2 de manga comprida. Dê preferência a tecidos que sequem rápido (Dri-Fit). Se estiver indo em grupo, é legal mandar fazer as camisas com o nome do grupo ou outros detalhes.

Camisas

É uma questão de preferência pessoal. Há tênis muito bons que também servem. Nós preferimos as botas porque oferecem estabilidade e proteção aos tornozelos. Lembre-se de que há inúmeros trechos do Caminho em que se anda sobre pedras e terrenos irregulares.

Se os seus pés incham ao caminhar, então compre meio ou um número acima do normal. Compre com antecedência e amacie durante treinos. Ir com calçado novo é bolha na certa!

Bota para Trekking / Hiking Waterproof

Caminhar uma média de 25 km sobre terrenos diversos não é o mesmo que andar em calçadas planas ou mesmo asfalto. Para saber se seus pés incham ao caminhar longas distâncias, só há um jeito. Treine caminhando longas distâncias. Assim saberá se precisa de um número maior ou não.

Prefira meias para hiking. São mais grossas e absorvem melhor suor e humidade, além de prover uma sensação mais agradável. Há quem use 2 meias, uma de linho por baixo de outra de hiking por cima para evitar bolhas. É pessoal, nós não usamos.

Uma sugestão: passe uma quantidade considerável de vaselina sólida (gel) nos pés, entre os dedos, no calcanhar, etc.. antes de colocar a meia. Vai evitar bolhas.

Meias para Trekking / Hiking

As meias especiais para Hiking também oferecem uma certa pressão no pé que evitam inchaços.

Não vamos comentar ou sugerir nada sobre roupa íntima.

Cada qual com sua preferência no tipo, formato e quantidade.

Calçados, Roupas e Acessórios

Versão: 6.0 - 2019

No Caminho

de Santiago

Facebook

Os Caminhos

As Dicas

Os Albergues

Mídia

Literatura

Links

Peregrinos

Os SIXTOs

"Sozinhos, chegamos mais rápido ... juntos, chegaremos mais longe."